O cachorro do vizinho

28 03 2009

cachorroLá vou eu de novo, meu caro leitor, na minha eterna e incessante luta contra o barulho urbano, praga maldita que inferniza a vida dos habitantes das cidades.

Na selva de pedra, uma das coisas que mais nos incomoda, moremos em casa ou apartamento, é o latido do cão do vizinho. Alguns condomínios proíbem cachorro, outros permitem cachorros pequenos – muitos deles com um grande latido – mas, moremos em apartamento ou casa nada nos defende dos latidos incessantes, dia e noite, de animais carentes, solitários, amarrados muito tempo, doentes, famintos, sedentos ou simplesmente neuróticos, porque os cães também estão adquirindo as mazelas do ser humano.

Mas seus problemas acabaram, meu amigo à beira de um ataque de nervos. Se o seu vizinho tem um cão que não lhe dá sossego, eu descobri na Internet um aparelho mágico, que faz o cachorro parar de latir. Chama-se “Inibidor de Latidos” e pode ser encontrado no site www.eurolocks.com.br

img4444É uma invenção genial. Parece uma caixa de som de 15cm x 8 cm. Você liga na tomada e pendura do lado de fora da janela, na direção dos latidos do cão. Quando os latidos superam um determinado nível, o aparelho inicia uma emissão ultrassônica por 10 a 15 segundos, que causa somente um pequeno desconforto no animal mas nada que o prejudique ou afete a sua saúde. O animal para imediatamente de latir. E o melhor: seu vizinho nem precisa saber. Essa maravilha custa apenas R$ 169,00 mais frete, em até três vezes no cartão; se você for ao exterior pode comprar por cerca de 60 dólares.

Eis o depoimento de um conhecido sobre o desempenho do aparelho: “A cadela da vizinha latia desesperadamente toda a noite. O aparelho foi pendurado na janela do quarto, do lado de fora. Assim que a cadela late o aparelho liga sozinho. Os latidos vão parando bem rápido pois a cada latido o aparelho liga e fica uns 30 segundos ligado. E o cachorro para de latir. O aparelho é muito bom e fácil de instalar. Basta deixá-lo na direção do cão.” E acrescenta, com uma pitada de maldade: “É muito engraçado você olhar o cachorro procurando a fonte do ruído.” Genial, não é mesmo?

CRUNCHING DOG

crunchingdog

Olhe que bonitinho! Achei aqui

°°°°°°°°°

COMO CRISTO NA CRUZ

assaltoLá estava eu no centro da cidade, sol a pino, calor abrasador, voltando de um reunião do Instituto de Genealogia. Um mulher emparelhou comigo. “Cuidado na bolsa”, disse ela. “Vinha dois caras ali atrás, colados com a senhora. Acho que eram ladrões.” Bem, eu ando agarrada com a minha bolsa, atracada, e não largo dela um instante. Agradeci e como já estava pertinho do estacionamento, entrei no carro e segui para o supermercado, onde ia fazer as compritchas da semana. Chegando lá, ao entrar no banheiro para me arrumar um pouco, qual não foi a minha surpresa quando dei por falta da volta que levava ao pescoço. Nada de mais, uma coisinha baratinha, que deve ter custado ai uns 40 reais, mas que parecia coisa boa, de ouro. Aí fiquei pensando: será que o ladrão tirou a volta do meu pescoço e eu nem vi? Provavelmente foi, porque o fecho estava em perfeito estado, a corrente era grossa e eu não senti nenhum empurrão ou qualquer tipo de contato.

Ficaram duas sensações estranhas. A primeira, de que um homem tocou a minha nuca e eu não senti; e a segunda, de que andar pelo centro da capital parahybana é a mesma coisa que estar como Cristo na cruz: com um ladrão de cada lado…

°°°°°°°°°°

AINDA O TEATRO

Veja algumas ideias interessantes sobre o preço dos ingressos dos espetáculos de teatro AQUI.

°°°°°°°°°°

ESTOU…

… PLANEJANDO passar a semana santa numa cidade pequena e bonitinha, pra fazer muitas fotos.

… USANDO esmalte rosa antigo na unha bem curtinha.

… ACREDITANDO que vou conseguir manter o blog atualizado todo dia.

… PRATICANDO GTD, devagar e sempre.

… PLANTANDO verde pra colher maduro.

… TWITTANDO uma vez por dia.

… DERRETENDO nesse calor.

°°°°°°°°°°

Até amanhã, ou antes disso, quem sabe, em edição extraordinária!