Você cumpre seus horários?

30 11 2009

Pense assim: se você fosse ganhar dez centavos por cada hora que já passou esperando por alguém que estava atrasado, você seria quase milionário, não é? Eu, com certeza, seria.

Vivemos numa sociedade – pelo menos no Brasil, que é onde eu vivo – onde é praxe não se respeitar horário. “Ninguém chega na hora mesmo”, dizemos, e saímos calmamente com 10, 15, 30 minutos de atraso para os nossos compromissos. Chagamos ao ponto de reclamar quando as coisas começam na hora, como vi uma vez, num seminário que fiz em Natal. A programação incluía um show de encerramento de nada mais nada menos que os Titãs, um show fechado somente para os participantes, marcado para as 21h30. Na saída do show, às 22h45 mais ou menos, havia pessoas revoltadas pois haviam chegado há pouco e o show já havia terminado. Acostumadas com os espetaculares atrasos desse tipo de evento, chegaram uma hora depois.

No tempo em que eu gostava de fazer festas – década de 1980, época das grandes festas na minha casa da rua da Saudade – eu marcava o fuzuê para as nove da noite mas as pessoas só começavam a chegar à meia-noite; se eu marcasse para a meia-noite, chegavam às três da manhã, para espanto de estrangeiros que eventualmente estavam entre os convidados e que chegavam na hora certa. Lá ficava eu, entretendo esse povo até a multidão chegar, com três horas de atraso.

Os alunos chegam atrasados nas aulas – e o professor também (na UFRN, onde ensinei por quase 30 anos, era assim). A faxineira, o jardineiro, o pedreiro, ninguém chega na hora e nós, como ficamos esperando por eles para poder sair, nos atrasamos também, gerando um efeito em cascata difícil de controlar.

O pessoal que vem dar assistência técnica à TV por assinatura ou à máquina de lavar marca o dia, mas não marca a hora. E se dizem que estão vindo no “primeiro horário” – esta entidade abstrata que pode ser qualquer coisa – pode ter a certeza de que chegarão às cinco e meia da tarde, quando você já perdeu o dia inteiro esperando por eles.

No consultório médico é que a coisa é mais grave. Antes eu escolhia meus médicos pela competência técnica, pelo currículo, queria saber onde tinha feito residência, qual serviço havia frequentado na especialização. Agora não. Agora procuro aqueles que atendem com hora marcada, embora sejam muito raros; e quando não encontro, seleciono o profissional pelo conforto das poltronas da sala de espera ou pela presença de rede wi-fi para me distrair navegando na internet durante as três ou quatro horas que sei que vou passar ali.

E imagine como seria interessante a vida se os ônibus urbanos tivessem hora certa para passar nos pontos. Fico imaginando como deve ser viver num país onde se cumpre horários, na Inglaterra, por exemplo, onde há um trens que passam às 13h52, nem mais nem menos.

O que fazer? Para mim, só tem uma solução: romper com o padrão de atraso. Sempre fui considerada chata e “casquinha” pelos alunos porque começava as aulas na hora. Mas isso era somente no início, porque depois eles se acostumavam e passavam a chegar no horário. Cumprindo os compromissos na hora, cada um de nós estará dando o exemplo e rompendo com o padrão de atraso e perda de tempo que aflige todo mundo, gerando estresse, desperdício de horas preciosas e gasto de dinheiro.

E você, meu caro leitor? O que acha disso tudo? Você acha que devemos assumir mesmo o jeito atrasado de ser ou que devemos romper com o padrão? Fica a pergunta.


Ações

Information

7 responses

30 11 2009
terracotabolsas

Concordo com você, Clotilde: se não rompermos o padrão de atraso, isso nunca ira mudar. Acho um absurdo esse costume de chegar sempre atrasado, isso atapalha a vida e os planos de todo mundo, principalmente de quem cumpre os horários combinados.

Grande abraço!

30 11 2009
Fatita Vieira

Odeio quem não cumpre horários. Sempre cumpro e, se me atrasar, com certeza foi por algum fator alheio à minha vontade.
O que acho pior é o desrespeito dos médicos para com os pacientes. Todos atendem por “ordem de chegada” e mesmo os que atendem com hora marcada, nunca cumprem a “hora marcada”.
Meu pai tem 87 anos, sérios problemas de coluna, um câncer na próstata e agora um na medula, fora outros problemas e não pode ficar esperando pelos médicos, pois não consegue ficar muito tempo sentado, nem muito tempo em pé e nem andar muito. O que faço? Quando ele vai ao médico fico ligando de hora em hora para saber se já é a vez dele e aí vou para consultório. Mesmo assim ainda espero quando chego lá.
Reclamo dos atrasos das pessoas, fico estressada, mas não adianta. Às vezes penso que sou intolerante, pois a maioria das pessoas não cumpre horários, mas não é intolerância. O que falta mesmo é respeito pelo outro e pelos compromissos assumidos.

30 11 2009
Clotilde Tavares

Esse atraso de consultorio médico requer um post somente para discuti-lo!

30 11 2009
Rose Legrady (NY/USA)

Moro no interior do estado de NY /USA, numa cidade no extremo norte chamada Victor, e aqui se marca compromissos com hora e minutos, e’ comum ver nos convites ou agendamentos medicos, 1:52…4:23…rs
E atrasos aqui, e’ uma coisa inadmissivel, tolerancia zero!
Estranhei muito no inicio, mas com o passar do tempo, percebo como isso facilita a nossa vida.
O que acontece no Brasil e’ uma grande falta de respeito e comprometimento entre as pessoas.

30 11 2009
Clotilde Tavares

Olhaí, amigos atrasados! É possível!

1 12 2009
edna

Não são apenas os médicos que atrasam.Sou cliente de dois dentistas que nunca atendem no horário marcado.Já precisei fazer fisioterapia, e esperava mais tempo para usar os aparelhos, do que o tempo prescrito para usá-los.Advogados também alegam audiencias, para atrasar reuniões agendadas.Estamos em um país em que para algumas pessoas, é chic(!)atrasar.

1 12 2009
edna

Não são apenas os médicos que atrasam.Sou cliente de 02 dentistas que nunca atendem na hora.Quando precisei de fisioterapia,aguardava mais tempo esperando para usar os aparelhos, do que o tempo prescrito para seu uso.Advogados também atrasam, alegando audiencias.Em suma,o mau hábito está disseminado.PS:A veterinária do meu cachorrinho também atrasa!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: