A protetora dos olhos

14 12 2009

Hoje, meu caro leitor, 14 de dezembro, é meu aniversário. A data me dá muita alegria, uma vez que estou viva, com saúde, em boa forma física, escrevendo e produzindo idéias no meu ritmo costumeiro, ou seja, a todo vapor. Mas como vivo falando de mim e todo mundo já sabe quem eu sou, hoje quero falar mesmo de outra pessoa, vizinha de data, e de quem por pouco não recebi o nome se tivesse nascido no dia 13. Refiro-me a Santa Luzia, a santinha de Siracusa, cruelmente martirizada pelo imperador Diocleciano.

A história está toda lá, na “Legenda Aúrea”, esta maravilhosa obra medieval editada em português pela Companhia das Letras. O livro conta a história de mais de 170 santos e foi escrita no século XIII pelo monge Jacopo de Varazze, chegando a ter mais edições do que a Bíblia e servindo de fonte de inspiração para milhares de sermões ao longo de séculos. Outra fonte de informações sobre Santa Luzia, no aspecto da tradição popular, é Câmara Cascudo, no seu Dicionário do Folclore Brasileiro.

Luzia, ou Lúcia, nasceu em Siracusa, Sicília. sendo de origem nobre, tornou-se cristã e resolveu consagrar sua vida a Deus, fazendo voto de  castidade e distribuindo seus bens aos pobres. O noivo, ofendido e irritado pela dilapidação da fortuna que um dia seria sua, levou-a à Justiça. O cônsul Pascácio foi o seu algoz, tentando fazer com que ela renegasse sua fé e oferecesse sacrifícios aos deuses pagãos, ameaçando-a com suplícios inenarráveis, queimando-a com fogo e óleo fervente e por fim degolando-a a fio de espada.

A tradição retarata a  jovem com vestes vermelhas, um manto verde, a palma do martírio e uma salva onde estão seus dois olhos, que ela própria teria arrancado para enviá-los a um homem que os elogiara, sacrificando sua vaidade pessoal e buscando com isso afastar os homens que pretendiam o troféu da sua virgindade. É a defensora dos olhos e invocada na doença desses órgãos. Tira qualquer tipo de argueiro e aos seus devotos promete uma boa visão até mesmo em idade avançada.

Curioso é que uma santa tão boazinha dê nome à terrível palmatória de castigo escolar e doméstico, denominada “Santa Luzia dos Cinco Olhos”, em alusão aos cinco furos da palma. Essa denominação é de origem portuguesa como explica Conceição Barros, na sua tese de mestrado em História da Educação, realizada na Faculdade de Letras da Universidade do Porto: ‘Este objecto de madeira era constituído por um cabo que terminava numa forma circular com cinco pequenos furos dispostos em cruz. A cruz fará alusão à cruz de Cristo e os cinco buraquinhos parecem representar os cincos sentidos corporais’.

No dia dedicado à Santa Luzia, 13 de dezembro, não se caça nem se pesca. Ainda segundo Cascudo, em história que lhe foi contada pelo pescador Chico Preto, um outro pescador irreverente , sem respeitar a tradição, resolveu pescar nesse dia: ao recolher a rede, achou-a cheia de peixes cegos que foram lançados de volta ao mar pelos pescadores aterrorizados. Ao chegar à agua, os peixes recobraram a visão, nadando para longe.

Durante muito tempo, na minha infãncia, a imagem da santinha era a última coisa que eu via antes de adormecer, em um quadro colocado de frente para a minha cama. Não recebi o nome, mas recebi a tradição e quem sabe por intercessão de Santa Luzia , a quem dediquei minhas rezas inocentes de criança é que eu tenho hoje esses olhos tão ativos, tão curiosos, tão videntes das coisas desse mundo e de quantos outros mundos existam por aí.

Anúncios

Ações

Information

14 responses

14 12 2009
Sandro Fortunato

Domingo, homenageando Santa Luzia, rolou missa campal e procissão pelo Tirol (Natal – RN). Nesta segunda, beijos de aniversário na nada santa Clô. 😉

14 12 2009
luiz lima

Parabens pelo aniversario e pelo blog. Tudo de bom!

14 12 2009
Cardosinho

FELIZ ANIVERSÁRIO, Clô! Vc nunca foi santa mas, ILUMINA nossos caminhos e deleita nossos sentidos com seu VERBO & VERVE!
CLOTILDE, definitivamente, FAZ BEM À SAÚDE!

Bjos, Cardosinho – seu saudoso noivo paraibano.

14 12 2009
Clotilde Tavares

Cardosinho, você parece que adora entregar publicamente a nossa vida particular! Tem necessidade de todo mundo saber que eu sou noiva? (hahahahaha)

14 12 2009
Rose Legrady (NY/USA)

Parabens Clotilde…muitas felicidades e saude sempre!
Minha avo’ era devota de Santa Luzia e tinha um quadro dela na parede, e imagina, eu crianca, ficava intrigada com esses olhos no prato que ela esta’ segurando.
beijos!

14 12 2009
Deise Areias

Cara Clotilde, adoro seus textos, seu bom humor e sua leveza! Parabéns por mais esse ano de vida, que possamos tê-la aqui por muitos ainda, com toda essa energia e alto astral! Parabéns, paz e saúde! Um Abraço!

14 12 2009
Cinara Jorge

Clotilde querida, 1º – Só uma pessoa tão especial como você poderia fazer aniversário no mesmo dia da minha querida Três Rios! Parabens às duas, jovens meninas, guerreiras, trabalhadoras, cheias de caráter e integridade. 2º Santa Luzia é madrinha de meu filho e devo a ela algumas graças quanto à saúde visual dele. Veja bem que não escrevi “uma”, e sim “algumas” graças. Beijos.

14 12 2009
farias

Parabéns pelo seu aniversário e por tão esclarecedoras informações sobre Santa Luzia.

14 12 2009
Tania Nitrini

Parabéns, Clotilde!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

14 12 2009
Fátima Vieira

Parabéns, Clotilde!
Muitas felicidades e muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiitos anos de vida para nos deleitar com seus escritos.
Beijos!

14 12 2009
Malone

Clotilde, Parabéns.
E nós é que ganhamos os presentes!
Beijos, saudades. Malone

14 12 2009
Magda

Parabéns Clotilde!! Tenha uma saúde abençoada! Saúde do corpo e da alma! Saúde dos olhos (como graça a Sta Luzia) e do coração… os primeiros são a “entrada da alma” e o segundo é a fonte de tão bons sentimentos que você nos provoca com seus textos. Muitas felicidades, realizações e inspirações!
Meu pai é mto devoto de Sta de Luzia… Qdo vai à igreja, sempre toca os olhos da Santa e os dele, seguido de um sinal da cruz pedindo a benção. Eu não entendia esse ritual (não conhecia a história da Santa), mas repetia-o pedindo para ela que meus olhos sempre pudessem enxergar, mesmo atrás das lentes que usava qdo criança. Minha devoção a Sta Luzia é herança, e ofereço a ela toda a alegria que senti (e ainda sinto) por atualmente ter uma visão perfeita após uma cirurgia corretiva.
Abraços a todos!

15 12 2009
Carlos Cartaxo

Parabéns!
Que toda energia positiva do universo faça com que sua estrela continue brilhando.
Beijos achocolatados.

15 12 2009
Sora Soralina

Clô, querida…
Parabéns!!!
Que vc continue assim com saúde, em boa forma física, escrevendo seus textos lindos e produzindo a todo vapor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: